Workshop "Acessibilidade em Espaços Culturais" será realizado em outubro com entrada franca. Inscreva-se já!

       A participação é gratuita, mas as vagas são limitadas. O primeiro workshop “Latus - Acessibilidade e Segurança em Espaços Culturais” será realizado de 2 a 4 de outubro, na Escola da Advocacia Geral da União - AGU (Rua Santa Catarina, 480, Lourdes, Belo Horizonte, Minas Gerais). A iniciativa é direcionada para o público em geral, especialmente produtores, artistas, gestores públicos e pessoas com algum tipo de deficiência, objetivando ampliar o conhecimento sobre o universo dessas pessoas e favorecer ao atendimento de suas necessidades.

     O workshop acontecerá de quarta a sexta, a partir de 15 horas e até às 18h30m, com intervalo de uma hora para o almoço. Ao final, serão expedidos certificados de participação. A entrada é franca, mediante inscrição neste site. O número de vagas é limitado.

  “Latus - Acessibilidade e Segurança em Espaços Culturais”, uma das iniciativas mais relevantes nas áreas da Cultura e da Acessibilidade nos últimos anos, vai destacar projetos relevantes quanto à segurança, ao acesso e à inclusão em espaços culturais, e discutir temas como a concepção e fruição dos bens e produtos culturais direcionados para este público. Dentre as questões pautadas para o debate estão obrigações do Estado e da sociedade para com as pessoas com deficiência, os problemas e soluções recomendadas.

     Serão convidados a participar importantes nomes das artes e da cultura, especialistas em segurança, gestores de espaços culturais com projetos de acessibilidade e inclusão em andamento, profissionais com atuação na área cultural e também com deficiência, convidados a relatar suas experiências.

   A intenção é que o workshop se perpetue como realização anual destacada na agenda dos programas dedicados à Cultura e Acessibilidade.

    

'Dentre as questões pautadas para o debate estão obrigações do Estado e da sociedade para com as pessoas com deficiência, a produção e fruição de bens e produtos'

    

      As pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida estão longe de merecer a devida atenção por parte de governantes e da nossa sociedade. As dificuldades enfrentadas diuturnamente, no transporte coletivo, no trânsito, nos hospitais e nas escolas, estão presentes com maior evidência ainda nos espaços destinados ao consumo de bens culturais. Infelizmente, na maioria das vezes, e considerando o tipo de deficiência de cada pessoa, não é possível para muitos realizar tarefas cotidianas. Muita gente desiste de ir ao teatro ou às exposições, porque os espaços disponíveis não levam em consideração providências simples que lhes garantiria o conforto e a segurança adequados.

    Alguns espaços estão muito bem preparados para receber os visitantes com deficiência; no entanto, esse público é sempre muito pequeno, o que se deve, principalmente, à falta de divulgação das condições de acessibilidade adequadas e de programas educativos, principalmente em museus. O workshop vai auxiliar no trabalho de coleta de dados e no registro de experiências dos frequentadores com algum tipo de deficiência.

   

“LATUS – Acessibilidade e Segurança em Espaços Culturais”

 

02 a 04 de outubro de 2019, de 15 horas às 18h30.

 

Escola AGU (Rua Santa Catarina, 480, Lourdes, Belo Horizonte, Minas Gerais).

 

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

 

QUARTA-FEIRA, 02 de outubro

 

15h         Conferência e entrega dos kits ( bloco de notas, pastas e canetas).         

                Abertura e apresentação dos convidados, por Flávia Ivar.

 

15h15    Palestra “Teatro e Expressão Corporal para Deficientes Visuais’’, com o                    professor Matheus Sant'Ana Horta. 

 

16h         Palestra “Programação acessível: Desafios e conquistas em Belo

                Horizonte”, com  Clarice Fonseca.

 

16h45    Intervalo para lanche.

 

17h         Debate “A Inserção da Pessoa com Deficiência na Mídia Cultural”, com a                   professora universitária e jornalista Sônia Pessoa.

 

17h45    Palestra "Teatro Acessível", com o diretor teatral Cássio Pinheiro.

 

QUINTA-FEIRA, 03 de outubro

 

15h        Palestra "Autistas em cena", com o autor e jornalista Victor Mendonça. 

 

15h45    Apresentação do grupo “Arte sem Fronteiras”, com o diretor teatral e                      ator Luciano Luppi e a atriz e artista plástica Ivana Andrés.

 

16h        Palestra “Arte para todos", com o escritor e artista visual Marcelo Xavier.              

16h45    Intervalo para lanche.

 

17h         Palestra "Produção Cultural", com Clarice Fonseca.

17h45    Debate com o público, conduzido pela equipe LATUS.

 

SEXTA-FEIRA, 04 de outubro

  

15h         Palestra "Aos Olhos da Dança", com a bailarina Renata Mara.

 

15h45    Oficina “Literatura inclusiva e formato acessível – Um painel da

                produção brasileira”, com o editor, escritor, jornalista, músico e artista                    gráfico Roberto Mendonça.

17h         Intervalo para lanche.

 

17h15    Palestra "Acessibilidade e Arquitetura", com o arquiteto Marcelo                                Guimarães, da UFMG. / Distribuição de certificados. Encerramento. Com                  Flávia Ivar.

 

 

A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa

com Deficiência assegura a “concepção

de produtos, ambientes, programas e serviços" a serem usados por todos.

A preservação da integridade física e moral dos cidadãos é um dever do Estado, conforme assegura a Constituição Federal. Nos últimos anos, novas leis, portarias e decretos vêm regulando procedimentos de segurança em prédios comerciais, residenciais e os destinados às reuniões públicas, incluindo as casas de espetáculos e os ambientes para exposições. A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência assegura a “concepção de produtos, ambientes, programas e serviços a serem usados por todas as pessoas, sem necessidade de adaptação ou de projeto específico, incluindo os recursos de tecnologia assistiva”.

Infelizmente, a maioria dos espaços destinados à cultura e ao lazer encontra-se despreparada para utilizar os recursos disponíveis de maneira a tornar exposições de arte e espetáculos teatrais acessíveis, além de não contar com pessoal devidamente treinado para recepcionar, orientar e proceder ao socorro adequado em caso de acidentes.

REALIZAÇÃO

APOIO

INCENTIVO

PROJETO 0426/2017
2019 latusaccessibility.com.br  BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS